Meio-ambiente – Programa de Gerenciamento de Recursos Hídricos – São Paulo Aeroportos | GovESP

Programa de Gerenciamento de Recursos Hídricos

Meio Ambiente

Adequação Física dos Poços A água é um bem de uso comum e finito, fundamental para a sobrevivência dos seres humanos, e para o desenvolvimento de diversas atividades, inclusive a aeroportuária. Os aeroportos localizados em área rural, onde não há rede pública de água, são abastecidos por poços tubulares profundos.   Os poços devem ser adequados fisicamente e padronizados de acordo com o Decreto Estadual 32.955/1991 e cadastrados junto ao Departamento de Águas e Energia Elétrica – DAEE, nos termos disposto na Portaria DAEE n° 2.850/2012 para a obtenção de sua outorga de uso.   Dos 20 poços profundos existentes em 15 aeroportos da rede Eestadual, foram obtidas e renovadas 13 outorgas por meio do Subprograma de Regularização dos Poços Profundos, dentro do Programa  de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Controle da Qualidade da Água A água proveniente dos poços tubulares profundos instalados nos aeroportos da rede que são destinadas ao consumo humano devem apresentar parâmetros microbiológicos, físicos, químicos e radioativos que atendam ao padrão de potabilidade estabelecidas na Portaria 2.914/2011 do Ministério da Saúde e Resolução SS 65/2005 da Secretaria Estadual de Saúde.  

Com este intuito o DAESP realiza o controle da qualidade da água através da operação e manutenção dos sistemas de cloração, monitoramentos diários do teor de cloro residual livre da água, análises laboratoriais periódicas e promove a higienização e desinfecção de seus reservatórios de água.

 

Secretaria dos Transportes e Logísica do Estado de São Paulo © Todos os direitos reservados. 2019.
Close Search Window