História – São Paulo Aeroportos | GovESP

História

O São Paulo Aeroportos está vinculado à Secretaria de Logística e Transportes do Governo do Estado de São Paulo e mediante o convênio com a Secretaria de Aviação Civil – SAC tem a responsabilidade de administrar, manter e explorar 20 Aeroportos e fiscalizar 5 Aeroportos no interior do Estado de São Paulo.

Saiba mais sobre nossa história:

O início – Década de 30 – 50

Decreto Federal nº 20.914, de 06 de janeiro de 1932, regula a execução dos serviços aeronáuticos civis.

1936 – Congonhas e diversas unidades no interior

Características – Aeroportos com pistas de terra e aeronaves turbo-hélice permanece até a década de 60 (DC3)

Lei 1.770, de 18 de setembro de 1952, criado a Diretoria de Aeroportos junto a secretaria
da Viação e Obras Públicas. Governador: Lucas Nogueira Garcêz.

Década de 70

Lei 10.385, de 24 de agosto de 1970, dispõe sobre a transformação do Departamento Aeroviário em Autarquia. Governador: Roberto Costa de Abreu Sodré.

Aeroporto de Congonhas e Viracopos ainda são administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo – Daesp.

Década de 80

Aeroportos do interior operam somente com turbo-hélice (até 40 assentos) Bandeirantes E110 e FOKKER27 e FOKKER50.

A partir de 1981 o Aeroporto de Congonhas e Viracopos passa a ser administrado pela Infraero.

Em 1984 o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos – Governador André Franco Montoro (Aeroporto de Cumbica) iniciou suas operações sendo também administrado pela Infraero.

Década de 90

Começa a era do jato na Aviação Regional com os F100 (100 assentos)

Hoje: 320, 319, B777

Década de 2000

Ampliação e pavimentação da maioria dos Aeroportos como:

• Ribeirão Preto
• São José do Rio Preto
• Araçatuba
• Presidente Prudente
• Jundiaí
• Sorocaba
• Bragança Paulista
• Itanhaém
• Assis
• Dracena
• Marília
• Campinas/Amarais

CONCESSÃO DE AEROPORTOS

O Departamento Aeroviário contratou empresas para elaboração de estudos com o objetivo de conceder a gestão de alguns aeroportos da rede à iniciativa privada através de parcerias público privada e/ou administrativas.

O Departamento Aeroviário passa a prestar serviços de controle e apoio ao tráfego aéreo.

• Jundiaí (TWR)
• São José do Rio Preto (EPTA)
• Bauru (EPTA)
• Bragança Paulista (EPTA)

 

 

Secretaria dos Transportes e Logísica do Estado de São Paulo © Todos os direitos reservados. 2019.
Close Search Window